arquivos do blog

me sigam no instagram

Instagram
Copyright © 2012 Ufologia News. Tecnologia do Blogger.

seguidores

CEFORA, começa o pedido de desclassificação de registros aeroespaciais através de uma audiência pública, no Conselho Municipal de Rosário, a fim de ouvir vozes diferentes para fundamentar o pedido. Foto: Reprodução
Do Diario Victoria

A Comissão de estudos do fenômeno UFO da República Argentina (CEFORA), organização criada com o propósito exclusivo de solicitar às autoridades argentinas, a desclassificação dos registos UFO realizada pelo militar, científica, de aplicação da lei, de órgãos judiciais e políticos, organiza uma audiência pública para expor a opinião dos diferentes setores que têm representação no campo aeroespacial.

A audiência pública foi aprovada pelo Decreto 1172/03, que aprova o regulamento geral de audiências públicas do poder executivo, para a publicidade da gestão de interesses no âmbito do poder executivo, para o desenvolvimento participativo de padrões, acesso a informações públicas do poder executivo e reuniões aberta para os reguladores de corpos dos serviços públicos formam de registo, e apresentação de opiniões e propostas. Estabelecer o acesso livre e aberto na Internet para a edição diária do boletim oficial da República da Argentina

Será realizada, sexta-feira, 20 de setembro, entre 15 e 18 horas, no salão do Conselho Municipal da cidade de Rosário, Córdoba 501 e vai contar com a presença de profissionais de direito de espaço, o serviço meteorológico nacional, pesquisadores, campo de investigação do fenômeno UFO e jornalistas, entre outros.

Cidadãos elegíveis, interessados nesses fenômenos, que, nos últimos anos, ter agarrado a atenção do público, devido à variedade e complexidade dos casos.

A audiência pública, é uma ferramenta de participação de entidades e organizações da esfera pública, onde as pessoas comuns, as organizações legais e sociais, reúnem-se em uma cerimônia pública para troca de informações, implementação e avaliação das políticas e programas, a cargo de cada entidade para alcançar o conhecimento, como é o caso.

As bases jurídicas da ordem realizado por CEFORA, baseiam-se na liberdade de Informação, a lei que temos tudo no acesso a informações detidas pelos órgãos públicos, reconhecidos pela resolução. 59 da Assembléia Geral da Nações Unidas (a) aprovado em 1946 e, portanto, também pelo artigo 19 da Declaração Universal dos direitos humanos (1948), o Pacto Internacional sobre civis e direitos políticos (1966) e a Convenção Americana de direitos humanos (1969).

3 De dezembro de 2003, o diário oficial publicou o decreto 1172/03 e no anexo VI - ch. 1, Art. 2.-regulamenta o acesso à informação pública, fornecendo ferramentas para cidadania para aplicar a informação mantida por privado organizações que concedidas subvenções ou contribuições do setor público nacional, bem como de instituições ou fundos cuja gestão ou conservação está a cargo do estado através de suas jurisdições ou organizações e empresas privadas que tenham sido concedidas pela autorização, licença, concessão ou qualquer outra forma contratual, a prestação de um serviço público ou exploração de um bem de domínio público.

No Art. 5º, delimita o âmbito do mesmo, onde informações para os fins do presente, tudo gravado em escritos, documentos fotográficos, gravações, suporte magnético, digital ou qualquer outro formato é considerado e que tenha sido criado ou obtido pelos assuntos mencionados no artigo 2. º ou que atuam na sua posse ou sob seu controle, ou cuja produção tem sido financiada total ou parcialmente pelo Ministério das Finanças, ou que fornece a base para uma decisão de natureza administrativa, incluindo a ata das reuniões oficiais. O assunto exigido deve fornecer as informações acima, desde que isso não implica a obrigação de criar ou produzir informações que não tem no momento da colocação do pedido, a menos que o estado é legalmente necessário para produzi-lo, caso em que você deve fornecê-la.

Entendemos que o fenômeno UFO, devido à sua complexidade, exige ativo de toda a sociedade, a participação de civis e militares, sem exclusão. Isto bases para tornar público o que é classificado como secreta ou reservada.


Tendem a institucionalização, significa consolidar e desenvolver os mecanismos de legitimação do objeto de estudo, incluindo mudanças conceituais e prioridades significativas, por outro lado, acessando responsável pela informação em relação ao fenômeno que nos chama.

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

previsão do tempo