arquivos do blog

me sigam no instagram

Instagram
Copyright © 2012 Ufologia News. Tecnologia do Blogger.

seguidores

Os dados descobertos no deserto de Gobi via Google Earth.
Do Periodista Digital

Um professor italiano de física afirma ter descoberto a causa das formas geométricas misteriosas, encontrados através do Google Earth, situada no deserto chinês do Gobi.

Em 2011, a ferramenta de finder revelada para uma vista de olho de pássaro da existência no deserto de desenhos de grandes dimensões de origem desconhecida.

Segundo uma publicação do Daily Mail  "por que os chineses foram até lá? O Google Earth revela padrões mais estranhos no deserto chinês mas você precisa ser bonito perto", Amélia Carolina Sparavigna, professora de física na Universidade Politécnica de italiano Torino, anunciou a existência de outra dessas formas estranhas,  também o deserto de Taklamakan, no oeste do país.

Descoberto na Praça no deserto de Gobi via Google Earth.
Sparavigna torna-se assim "uma das pioneiras de um novo tipo de arqueologia de poltrona", diz o jornal britânico.

A recente descoberta da pesquisadora italiana tem sido uma grande linha de até 8 km de comprimento formado pela praça gigantesca perto da cidade chinesa de Ruoqiang. O achado foi publicado no MIT Technology Review, uma publicação da prestigiada Universidade de Massachusetts.

Os números do  deserto de Taklamakan são parecidos com os vestígios que poderia deixar este chinês do deserto o pneu de uma gigante de bicicleta.

Quando foi descoberto em 2011 os desenhos misteriosos do Gobi havia todos os tipos de teorias --códigos concebido para ser lido pelo UFO entre outros--, mas, nesta ocasião, que a professora Sparavigna pode ter a resposta para o fenômeno.

A pesquisadora italiana acredita que pode ter causado com a exploração que o Governo chinês tem feito na área onde pode haver enterrado mais de um milhão de toneladas de níquel.




0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

previsão do tempo